Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on pinterest

O Que é Autismoa História do Autismo

Psiquiatra Suiço EuGen Bleuler
Surgimento
A palavra “autismo” foi usada pela primeira vez em 1908 pelo psiquiatra suíço Eugen Bleuler para se referir a pacientes que haviam sido diagnosticados com esquizofrenia e eram excessivamente retraídos. Antes disso, o TEA (Transtorno do Espectro do Autismo) não tinha sido mencionado por nenhum outro estudioso da área de saúde mental. Isso representou o pontapé inicial para que novos estudos pudessem aparecer.
1908
Psiquiatra Suiço EuGen Bleuler
Psiquiatra austríaco Leo kanner
Década de 40
As primeiras pesquisas sobre o Autismo começaram a ser desenvolvidas somente a partir da década de 40. Em 1943, o psiquiatra austríaco Leo Kanner lançou um livro chamado “Distúrbios autísticos do contato afetivo”. Nessa obra, ele observou um grupo composto por 11 crianças e identificou padrões comportamentais, como isolamento extremo, o que hoje conhecemos por sinais para diagnosticar o autismo. Enquanto isso, no ano seguinte, em 1944, Hans Asperger, outro psiquiatra austríaco, também encontrou resultados semelhantes aos de Kanner em um estudo parecido.
1940
Psiquiatra austríaco Leo kanner
psicólogo estadunidense Bernard Rimland
Anos 70 e 80
Avanços mais expressivos para compreender e acolher pessoas com TEA (Transtorno do Espectro do Autismo) aconteceram entre os anos 70 e 80, sendo mais elaborados nos dias de hoje. Inicialmente, acreditava-se que o Autismo era fruto de alguma carência na educação dada pelos pais aos seus filhos. Porém, essa perspectiva mudou em 1964 com a publicação do livro “Autismo Infantil: A síndrome e suas Implicações para a Teoria Neural do Comportamento” pelo psicólogo estadunidense Bernard Rimland. Pai de uma criança com Autismo, se recusou a acreditar que a maneira como ele e sua esposa educaram seu filho foi o motivo do comportamento diferente das demais crianças de sua idade. Devido a essa teimosia do Rimland, nasceu uma obra que representou um marco na história nas pesquisas sobre o TEA, clareando os caminhos para novos estudos. Mais adiante, na década de 80, a Fundação Érica, instituição sueca sem fins lucrativos e referência em questões relacionadas à saúde mental, contribuiu com estudos mais aprofundados e deu início ao suporte educacional à psicoterapia para crianças, adolescentes e jovens adultos com autismo.
1970
psicólogo estadunidense Bernard Rimland
Seja você também uma fada que muda vidas!
Atualmente
Essa história continua com a gente aqui na Fada. Somos uma comunidade que forma uma rede colaborativa de suporte às pessoas com TEA. Acolhemos e transformamos vidas com ações diárias. Quer saber como ser parte disso? Você pode nos ajudar com doações, parceiras ou sendo um voluntário. Seja você também uma fada que muda vidas!
2021
Seja você também uma fada que muda vidas!

O Que é AutismoAprenda os sinais

O Autismo é uma síndrome que ainda não tem causas totalmente conhecidas, embora haja evidências que apontam para uma predisposição genética.

No entanto, os pais podem observar o surgimento dos primeiros sinais em seus filhos ainda na infância, por volta de 1 ano e meio a 3 anos.

Conheça o que pode ser um sinal:

Apesar disso, mesmo identificando alguns desses sinais, é essencial procurar ajuda especializada para assegurar que as pessoas com TEA (Transtorno do Espectro do Autismo) tenham todo o cuidado que precisam.

blog fada

Um retrato do autismo no Brasil

Informações sobre o transtorno ainda são vagas e pacientes têm dificuldades em obter diagnóstico precoce e tratamento O dia 2 de abril foi instituído pela

Leia +

O Que é AutismoSíndrome de Asperger

A Síndrome de Asperger é semelhante ao Autismo e afeta o jeito com que as pessoas percebem o mundo e como são feitas suas interações com outras pessoas. Porém, traz sinais mais leves e costuma ser diagnosticada mais tarde.

Pessoas com Asperger têm interesses focados de maneira incomum em algo específico. Por exemplo, se gostar muito de uma determinada temática, terá um comportamento e comunicação quase que inteiramente voltadas para isso, levando para todas as áreas da sua vida.

Recentemente, em 2013, foi publicado em estudo que definiu que tanto o Autismo quanto a Síndrome de Asperger são condições dentro do Espectro do Autismo, porém, em graus diferentes.